Por isso...

Aqui teremos papos, desabafos, dicas, receitas e tudo que possa facilitar nossa correria diária de ser mulher, mãe e tal

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

E mãe tira férias?

Final do ano, aquela agitação toda e ela não via a hora de passar a muvuca e finalmente dar de cara com as férias! Até porque a correria de um ano inteiro somada a correria de natal e revellion também davam aquela canseira, ela achava gostoso, mas cansava. Então a espera das férias era uma expectativa grande!!! Férias, enfim férias…descanso ininterrupto, pés pro alto, sem fazer nadica de nada, só curtindo um sol gostoso, um marzão melhor ainda... áh tá, vai sonhando!!!!! A princípio essas seriam o começo de umas férias ideais, mas a realidade, baby, estava infinitamente longe de acontecer!

A mulher queria férias ideais, mas ao invés de se mandar pra algum paraíso escondido por entre mato e praia se enviou num desses balneários da vida concorridíssimos, onde a área na areia é praticamente disputada a facão!!!! Afff!!!! Daí não deu outra, onde tem aglomeração de gente tem também o lixo produzido, não só o saco plástico que fica largado por aí, mas também os vírus e bactérias que acompanham a humanidade desde sempre. E onde tem gente saindo pelo ladrão, pode escrever, tem virose a dar com o pau! Mais uma vez: Afff!!!!

Daí que as tais das férias ainda estavam naquela expectativa de que iriam, enfim, deslanchar, já que nos primeiros dias desde a chegada no tal balneário o sol resolveu também tirar férias não tinha aparecido!

But, como já deu pra perceber, o tal do Sr. Murphy não estava de férias não e resolveu dar mais um jeitinho nas férias da mulher: no dia 03 sua filha amanheceu doente, com direito a febre alta e vômito, muito vômito. Ok, resolveu aguardar 24hs pra ver se passava...não passou, hospital, soro na veia e até um encontro com um moleque que estava com sarna (: o) entraram no menu "férias perfeitas", não restou outra alternativa: ir embora.

Lar, doce lar...a saga continuou: faxineira deu o cano e o pó estava até na alma da casa, arregaçou as mangas e limpou e esfregou a casa, deu atenção a filha, deu atenção a mãe que também adoecera, preocupou-se mais uma vez com a saúde de seu rebento e finalmente foi pro banho, mas não sem antes ouvir do seu marido: na volta põe uma calcinha bem sexy pra mim. Pela última vez: Afffffff!!!!!!!!!!

Que as férias de vocês sejam perfeitas e nem um pouco parecidas com a descrita acima!!!

Bjks,


4 comentários:

Dani disse...

Daya, adorei teu texto! Aliás, vc está cada dia melhor...

E que férias, hein? Como se mães pudessem tirar umas. A gente só transfere a trabalheira de lugar. Afff - agora eu quem diz.

Melhoras pra Maya. Tb estou doente, capítulo a parte. E a da calcinha? kkkkkkkkkkkkk Bah, os homens! rs


Beijos

Tati disse...

...é bem isso, temos uma leve ilusão de férias!
Dani, melhoras
bjs, bjs

Daya disse...

Dani, saudades de vc!!!!!! Já melhorou? Espero que sim!!!

bjks

Profe Gabi Grohmann disse...

Daya, sou amiga da Tati, tenho acompanhado o blog mais de perto agora, pois estou de férias... quer dizer, teoricamennte em férias!!!! Hehehehe, adorei teu texto, é isso aí, mãe não tem direito a férias!!! Vim pra Floripa achando que ia curtir um marzão, um solzão, o maridão, até mesmo um cervejão... afff! Doce ilusão!!! Alguém escreveu e tem toda a razão: a gente só transfere o trabalho de lugar!!! Bom, o negócio e tentar umas brechinhas e tirar proveito delas!!! Um abraço.
Gabi