Por isso...

Aqui teremos papos, desabafos, dicas, receitas e tudo que possa facilitar nossa correria diária de ser mulher, mãe e tal

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Coração de estudante...

Hoje é sexta-feira, 13 de agosto, uiiiiiiiiiiiiiiiiii, vamos nos benzer e falar de coisas boas?Se é para falar de datas, prefiro falar do Dia do Estudante, que foi no dia 11 de agosto. Na verdade eu não consigo deixar de falar, pois é a minha “praia” genteeeee!!!!! 
Estudantes: a cada dia estou com eles, a cada dia VIVO através deles!!!!





Sou “profª” desde 1996, sim, já há um tempinho, tudo passa, tudo muda, mas os corações dos alunos sempre me cativam, me fascinam, me emocionam, me desafiam e... ensinam!!!! Adoro contemplar aqueles olhinhos brilhantes, os sorrisos estampados e a alegria que demonstram com as descobertas. É maravilhoso sentir a confiança dos pais dos meus pequenos ao me entregarem seus bens mais preciosos, mal sabem eles que mais aprendo do que ensino.



Receber um beijo, um abraço dos meus alunos, dos meus estudantes é carinho, alimento para minha alma. Reencontrar ex alunos no pátio do colégio, correndo ao meu encontro ou escutar seus gritinhos no supermercado chamando meu nome é presente dos mais valiosos. Como sou professora de crianças com idade entre três e quatro anos sempre testemunho chorinhos nas adaptações escolares, mas, aos poucos a socialização vai acontecendo, a confiança nascendo... Logo um sorriso tranquilo aparece e o grupo vai se fortalecendo. As brincadeiras diárias são um suporte precioso, pois é através delas que as crianças se expressam, experenciam e manifestam seus anseios, vontades e desejos. Brincando nos conhecemos, brincando aprendemos. Uma história colorida, preciosa e cheia de encantamentos é construída ao longo do ano e ao final dele, quem chora é a professora. Como deixar criaturinhas tão especiais irem embora, seguir para outra turminha? Mas é a vida, por isso é tão bom reencontrá-los no pátio, nos supermercados...
Nesta época da minha vida, o melhor de tudo é estar acompanhando bem pertinho o desenvolvimento do meu filho na escola, ele está na turma da minha colega de trabalho, com a mesma idade dos meus alunos e muitas vezes realizamos o lanche, atividades e brincamos no parque juntos. Ver sua autonomia, sua segurança, suas conquistas e seu despertar para a vida estudantil é um privilégio enorme.



Um mimo nesta data especial, para o Gabriel: batatas assadas em formas de letras!!!

Nesta minha caminhada por vezes eu escutei e ainda escuto de algumas pessoas que sou "professorinha" ou trabalho na "escolinha"... isso, as vezes me chateia, mas não me abala, elas não tem noção do que tem dentro do coração de um estudante!!! Eu sei!!!!!
Beijocas para todos nós que nesta vida somos eternos aprendizes e porque não, ESTUDANTES?

4 comentários:

Tati disse...

Parabéns aos estudantes e para vc Carlinha que ajuda, ensinando ou aprendendo, os estudantes mirins! Realmente desconsidere os ignorantes que ainda acham que escola infantil é escolinha, que é só cuidar, é saber se comeu, se fez xixi, é sem dúvida muito mais que isso! acho que até os os 5, 6 anos que a base se forma, nos outros anos só aprimoramos o pensar, o aprendizado e os valores da criança.
um grande beijo

Lulu disse...

Carlinha, professorinha não!!!rs
Adorei tudo o que vc escreveu e as fotos, lindas!
Bjos carinhosos!

Carla disse...

Obrigada meninasssssss!!!
Isso mesmo Tati, é a base da educação mesmo, "o berço", os pequenos precisam ser conduzidos de forma consciente, com respeito e muito carinho para que sua caminhada seja segura sempre.
Carlinha sim, né Lu???? kkkkkkkkkkkkk

beijocasssssssssssssssssss

Dani disse...

Carlinha, vc é muito especial!
Adorei o que vc escreveu e não vejo a hora de poder te entregar meu bem mais precioso. rs Tomara que passe rápido.

(Nota mental: sempre que ouço a palavra professorinha, vejo o Caco Antibes gritando "Salvem a professorinha". kkkkkkkkkkkkk)

Beijos