Por isso...

Aqui teremos papos, desabafos, dicas, receitas e tudo que possa facilitar nossa correria diária de ser mulher, mãe e tal

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Ler é muito bom...

Era uma vez um menino que adorava livros... Meu filho sapequinha é a minha inspiração mais uma vez para o post de hoje... Arrumando a baguncinha de todo dia me deparo com livros, brinquedos, livros, brinquedos e mais livros espalhados pelo apartamento todo. Ao mesmo tempo que sinto uma agonia com tantas coisas espalhadas eu ainda comemoro no meio da bagunça, a alegria de encontrar tantos livros por aí!!!! Rsrsrsrsrs... Criança de três anos é inquieta por natureza, incentivo sempreeeeeeeeeeeee o Gabriel a guardar suas coisas, mas ao mesmo tempo que ele guarda, já tem mais coisas perdidas pelo caminho, aiaiaiai é um tal de “dai-me paciência Senhor“ a toda hora... Mas voltando a comemoração dos livros, tenho que contar toda orgulhosa que meu filho é sim, um amante de livros. Viva, viva, viva!!!!!
Claro, tudo conspira para esta paixão, mas confesso que nunca empurrei livros para ele como uma obrigação e sim um prazer e muitas vezes eu não fiz NADA!!! A três quadras de onde eu moro tem uma Biblioteca Pública, eu trago livros para casa, na escola existe um empréstimo semanal para os alunos e o pai do Gabriel conta histórias para ele todos os dias, então tudo ajuda. Como professora de Educação Infantil, livros aqui em casa é o que não falta, já faz parte do “habitat” do Gabriel, estou sempre com um na mão para pesquisar, pensar nas minhas aulas e consequentemente quando sobra tempo, contar a história para meu pitoco. Mas confesso que a correria é tanta que é ele quem vem atrás de mim cobrar a história que não contei...
Para criança gostar de livros é necessário que os pais também gostem deste hábito, mas não precisa necessariamente estar com um livro na mão a toda a hora, ser professor ou morar perto da Biblioteca Pública. Uma simples revista já serve (estas são minhas preferidas). Um ponto chave é deixar os pequeninos manusearem os livros, amassar, rasgar, faz parte, aos poucos eles aprendem a cuidar. Criança aprende por imitação e vão ficar estimuladas a fazer o que pai e a mãe fazem, são seus ídolos não é?
Lembro de uma vez que ia num parque infantil com o Gabriel quando ele mal havia completado dois anos e na saída ele viu uma revista (das minhas pedagógicas com imagens infantis) e largou tudo e correu até ela, quando eu o questionei para irmos ao parque ele falou:
- agora não posso mamãe, estou “lendo” esta revista!!!!!!!! Sim, com esta pouca idade o vocabulário dele já era grande e a pronúncia das palavras já eram corretas. Conversar e contar histórias para seu filho é muito importante, mas falar as palavras corretamente é melhor ainda!!! Histórias que envolvem esta paixão do Gab são muitas, que não caberiam aqui, mas em uma delas, envolvem peripécias para me “enganar”, no bom sentido. Gabriel quando vai fazer o “número dois” no banheiro adora pegar sua caixa de livros (esta é a que fica no banheiro) e quando ele já não precisa mais ficar lá sentado eu o chamo e ele sempre diz que vai fazer “mais um pouquinho”, então eu percebo que é só para ficar “lendo”. Acreditem ou não, ele leva livros para dormir agarradinho, leva para o carro e os deixa na cadeirinha aguardando-o na volta da escola, leva para os passeios e assim por diante... Sem contar que é uma loucura quando vamos a um certo shopping daqui e ele sabe que lá tem uma mega livraria, com espaço kids para as crianças conhecerem os livros a vontade, então uma hora no mínimo é sagrado ficar por lá...
Ah, e as histórias que ele conta? São cheias de emoções, aventuras, criatividade e são tãooooooooo longasss, que inflam esta mãe de orgulho...

Não sou daquelas mães afoitas para alfabetizar o filho e ensinar todas as letras, se isso acontecer logo, vai ser naturalmente, por que partiu dele... por enquanto vou observar o meu pequenino “lendo” as suas histórias do seu jeitinho. Tem coisa mais linda que isso?

Beijinhosss estalados!!!!




10 comentários:

Tati disse...

Carlinha, que fofo este Gab! Já tive o prazer de escutar uma historia contada por ele. Uma delicia esta imaginação!!! Sei bem o que vc esta falando, aqui tenho tb um admirador de livros , que inclusive usa esta mesma tática do "ainda não acabei"...kkkkkk...mas acho que é bem isso repetição dos adultos. Aqui estamos sempre com livros, revistas e Tau consequentemente tb! "Leu" seu primeiro livro com 3 meses, com um olhão arregalado...lembro bem deste dia! Era um livrinho de pano que até hj ele insiste em guardar a cada seleção de brinquedos!
Amei seu post!
bjs, bjs

Carla disse...

Obrigada Tati!! É uma paixão sem fim mesmo...
kkkkkk, ri que o Tau tem a mesma tática, adoreiiiiiiiiiiiii, kkkkkkkkk...
Tbém já percebi que o Tau ama os livros, pela maneira que os trata e como conversa, (palavras corretíssimas pronunciadas).
Que maravilha né????
Só temos que comemorar muitoooooooooooooo tudo isso.
O livrinho de pano do Tau deve ficar de recordação, bem guardadinho né? Foi ele que mostrou ao Tau o mundo encantador dos livros e ele sabe compreender isso! Mil beijocasssssssssssssssssss

Ly Mello disse...

Graças à Deus meus filhos começaram sua vida escolar num colégio onde davam muito valor à leitura, cantigas de rodas, inclusive a Bia Bedran fazia show para els dentro do Colégio! E hj em dia eles ama leitura!
Dificilmente saímos de um shopping sme ficar horas numa livraria, o que eles preferem mil vezes ao invés de parque! rsrsrs

Beijocas.

Dani disse...

Tô impressionada com a quantidade de livros que o Gab tem! E tb com a idade com que começou essa paixão.

Sou suspeita pra falar...tenho uma relação de amor com livros e desde sempre tentei passar isso pros meus filhos.

Acho que não existe herança maior pra eles, que esse gosto pela leitura, né?

Parabéns pelo filhote e por todo esse incentivo, Carlinha.

Beijos

Carla disse...

Que maravilha Ly!! Bia Bedran? Nossa que privilégio!!!!! Como a Dani falou, não tem herança melhor para deixarmos para nossos filhos do que o amor pelos livros né?
Livararia em vez de parque? Aqui é igual, kkkkkkkkkkkkkkk e livros ao invés de ganhar brinquedos!!!!!

Conhecimento nunca é demais e isso ninguém tira deles! uhuuuuuuuuuuuu

Qto livro né Dani? Perdi a conta de qtos ele tem, sem contar que as minhas coleções infantis ele sequestrou todas e a minha gaveta ficou vazia, kkkkkkkkkkkkkkkk... Desde bebezinho nós contávamos as histórias para ele e ficava doidinho com as imagens. Eu tenho tanta foto dele com livros que daria páginas e páginas se postasse, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

beijocasssssssssssssssssssssssssss

Daya disse...

Muito lindo o Gab na seu universo de livros!!!!!! Parabéns Carlinha por incentivá-lo!!!
Nós aqui em casa tb amamos livros e no shopping tb sempre vamos à livraria, que a Maya chama de biblio.
A Maya tb sabe que eu sou louca por livros, toda vez que vê um livro me fala: "olha mamãe, esse vc vai gostar, só tem letras".
Amei o post e as fotos, principalmente aquela dele dentro do carrinho de compras, fissurado no livro!!!!!

Bjkas

Lulu disse...

Carlinha, adorei o post e principalmente o Gab inserido num mundo particular de letras e ilustrações: lindo!

Kamilla disse...

Oi Carla!!!
Adorei o post! Como prof do Gabri posso afirmar que realmente ele AMA livros, e essa adoração toda é culpa sua ! hehehe Uma culpa super ótima de sentir ... Na escola o gabriel é super seguro, e troca qualquer brinquedo por um bom livro ... Amo Meu Pequeno Leitor!!!

Parabéns pelo post e pela mamãe super dedicada que você é !!! Beijinhos da Kamilla!

Carla disse...

aiii que lindo Ka, não tinha visto seu comentário!!! kkkkkkkkkkk, pois é amiga, culpa boa esta né??? kkkkkkkk
Obrigada pelas palavras, pelo carinho, vc tbém faz ele amar ainda mais a literatura com suas aulas maravilhosas, 1000000000000000 beijossssssssssssssssssssss e volte sempre, viu???

Obrigada Lu, pelo comentário, beijocassssssssssss

alex disse...

não se coloca criança dentro de carrinho de supermercado