Por isso...

Aqui teremos papos, desabafos, dicas, receitas e tudo que possa facilitar nossa correria diária de ser mulher, mãe e tal

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Uma janela (*fofíssima*) que se abre

Engraçado, sou mãe de uma menina de 5 anos e, às vezes, ainda me sinto marinheira de primeira viagem! Não sei se é porque sou meio viajona, ou se porque sempre estou pensando em mil coisas...mas na real acho que é a tal da inexperiência mesmo, sou obrigada a concordar com a máxima de que o primeiro filho acaba sendo o “laboratório de experimentações”, mas que também, por isso, acaba tendo alguns cuidados desnecessários ou até displicências inconscientes, vocês já vão me entender!

Lá pelo dia 18/06 (adoro pontuar datas, hehe), isso foi numa sexta-feira, quando fui escovar os dentinhos da Maya antes dela ir dormir, notei que um deles estava torto e aquilo me intrigou. Ok, passei o final de semana inteiro agoniada e culpadíssima com aquele dente torto dela, afinal, como um dente entorta assim, de um dia para o outro, sem mais nem menos? Pronto, pensei que era porque ela tomava mamadeira (e ainda toma, para o desesperos dos politicamente corretos que acham que nem se deve dar mamadeira para uma criança, quem dirá nessa idade!!). Enfim, óbvio que a culpa pelo dente torto estava me corroendo e pensei que cortaria a mamadeira imediatamente, já estava até preparando a Maya psicologicamente.

Maaaaaasssss... na segunda-feira a noite resolvi tocar no tal dentinho e BINGO!!! O dente estava torto porque estava mole!!!!!! Uhuuuuuuú, alegria geral lá em casa, primeiro dentinho de leite mole, ficamos super hiper mega blaster felizes!!!!

É, moçada, os filhos crescem e numa velocidade assustadora!!!! E o velho clichê “parece que foi ontem que te vi nascer” torna-se mais verdadeiro do que nunca. Mas, voltando naquela questão de marinheira de primeira viagem, lógico que no próximo dente mole eu já estarei escoladíssima e saberei de primeira que se trata de mudança de dentição, no próximo filho então, nem se fala, né?

Áh, deixa contar que no dia 20/07/2010 o tal dentinho caiu de vez e minha magrela virou banguela, linda, linda!!!! Eu, depois de um dia inteiro daquele dente pendurado, já quase caindo, consegui convencer minha princesinha (e a mim mesma) de que seria melhor arrancar o dente de uma vez e assim, com um chumaço de algodão fiz o serviço (preciso dizer que tive que criar coragem, tava com mais medo do que a Maya, kkkkkkkkk).


Outro momento engraçado/inexperiente aconteceu quando a Maya apareceu com (arght!) piolho. Era verão e tals, de repente essa menina começou num coça-coça na cabeça e eu, na minha ingenuidade, achava que era algum grãozinho de areia que ficava no couro cabeludo dela, porque estávamos indo quase todos os dias na praia e a Maya virava um croquetão de tanto rolar na areia, então achei que era isso. Mas... a tal coceira estava se estendendo demais e eu lavava a cabeça dela como nunca pra tirar os tais grãos de areia e nada de passar o coça-coça. Ok, fui olhar mais de perto e adivinha? Piolho!!!!!! Desespero total, porque olha, que bichinho asqueroso, só de falar já me dá coceira. Final da história: depois de vidros de remédio os dito cujos foram exterminados, mas pra piorar a situation, eu também fui contemplada com o coça-coça, uix!!!!!!!! Mas garanto que na próxima (que espero nunca mais acontecer), já saberei de cara o que é!!!!

Bjkas










8 comentários:

Lulu disse...

Hahahaha!!! Daya, só vc mesma! Amei a carinha linda da Maya sem dentinho!!
Aqui ainda não tivemos piolho nem dentinhos moles, mas sei que estamos só no início do caminho, muita coisa pra acontecer...
Bjos, amore!

Dani disse...

Daya, dei boas risadas!
Nem bem os dentes nascem e já estão ali, molinhos...sei bem como é!
A Maya ficou linda com essa janelinha aberta.

E, piolhos? Só de falar, sinto os benditos andando na cabeça. rs

Beijos, amiga

Tatibitati disse...

ai que fofa! linda, linda! banguelinha!
às vezes tb sinto isso da inexperiência...kkkk...
e culpa??? alguma mãe aí não tem???
eu tenho todo dia por um motivo ou outro...rsrsrs
bjs, bjs

Cris F.W disse...

Daya adorei o blog de vcs, e a carinha da Maya, as tuas histórias, heeh.
Ser mãe é uma nova descoberta todos os dias né.
Eu agora estou colocando no meu blog visuais para crianças, estou começando, heheh, dicas sobre o que vestir, estrelados ainda pela Sarah.
Beijos.

O titulo do blog é Nossa vida...Nossas Manias!!

disse...

Adorei o post..
O Lucas já trocou muitos dentes, uns 10 eu acho, e ele começou com a mesma idade da Maya lá pelos 5 anos também.
Os piolhos ainda não visitaram a cabeça de nenhum dos meus dois pitocos, sempre dizem que é mais dificil menino pegar piolho de outra criança né, e acho que é mesmo sabe, pq olha a minha mãe passou trabalho com a minha irmã, rss.

Beiijocas

Daya disse...

Cris, que bom te ver por aqui, adorei!!! A Sarah tá uma graça, parecida com vc!!!
Já estou seguindo teu blog, mas tentei comentar e não consegui, fica dando mensagem de erro, peninha.

Meninas, que bom que gostaram e pelo jeito só eu tive a "sorte" de conviver com piolhos, ught!!!hehehe

bjs na bochecha de todas

Carla disse...

Daya ri um monte a até senti a tal coceirinha lendo, rsrsrsrsrsrsrs...ainda não passei esta experiência com o Gab, mas eu com certeza passei qdo criança, os piolhos terríveis um dia já povoaram a minha cabeça, lembro da coceira, do incômodo, de tudo, um horror, peguei na escola de um colega, no jardim, a uns trinta e poucos anos atrás, lembrei que na época não tinha estes Kuel da vida p acabar com eles...uiiiiiiii...mas vivendo e aprendendo!!! Bora curtir a filha pois ela está ficando mocinha a jato né? beijocas milllllllllllllll....

Nina disse...

Ah, também fiz um post da primeira janelinha da minha menina... Coisa boa!

Agora, piolho, ela nunca teve, nunca viu e, dia desses, estava me perguntando com é, rs!

Bjo